Deixe-me louca e extasiada de prazer


Quero seu beijo louco me agarrando pelos cabelos e percorrendo o meu corpo.
Nossos corpos se encaixando e sentindo vibrar esta sede que temos de nós.
Sentir seu membro sinalizando que este desejo é intenso.
Tiro sua roupa e você a minha. Vamos ficando nus aos poucos, curtindo cada pedaço deles.
Minha boca ser perde na sua, suas mãos em meu corpo acariciando, tocando e apertando.
Levante meu corpo contra o seu, abra minhas pernas e se encaixe.
Quero sentir sua força e seu desejo intenso. Penetre-me com força, com instinto e desejo.
Arranque suspiros e gemidos enlouquecidos de mim. Faça-me a mulher mais satisfeita e tire-me mil gozos.
Com força, tesão e desejo… olhe nos meus olhos enquanto gemo, grito, falo besteiras.

Deixe-me louca e extasiada de prazer.
Camilla Murer
15-06-14

Vermelho







Vermelho, 

É a cor do meu batom e de minhas unhas
A cor do sangue que corre nas veias,
A cor que faz nossos corações baterem,

Vermelho é a cor da paixão
Cor de lingerie sexy, dos sapatos e das roupas
De quem tem calor que corre nas veias

Vermelho é a cor das bocas apaixonadas
Da maça proibida de Eva
Do morango que nos instiga

Vermelho é a cor do tesão
A cor que nos remete ao primitivo
A cor do sexo, da ira e da rebelião

Vermelho é a cor de quem tem fé
A cor que nos dá apetite
Nos esquenta como o fogo

Vermelho é o fogo que arde sem se ver (Camões?)
Vermelho é a cor das rosas, dos cravos e das camélias
Vermelho é a cor que virou música
Vermelho é a cor que virou moda

Vermelho está nos cabelos, dos ruivos e das tintas
Vermelho é intenso, forte, rústico

É uma das cores primárias
Onde dela descolore e surge o rosa
O rosa do puro enlace
O rosa do puro amor.

Camilla Moreira (27/11/13)

Desejo devasso


Quero um beijo seu
Quente, guloso e safado
Quero sua língua enroscada na minha
Sentir seu sabor no meu
Suas mãos perdidas em meu corpo
Fazendo minha pele arrepiar de tesão

Quero sua mão na minha bunda
Apertando-me contra seu corpo
Sentindo seu membro entre as pernas
Sentir sua respiração ofegante
Sua volúpia ao me beijar

Desejo que você me desnude
Beije meu pescoço, me morda
Pegue em meus cabelos e me puxe
Coloque-me de quatro
Sem medo e sem dó

Desejo seu sexo no meu
Arrancar gemidos inebriantes
Fazer-me chegar ao ápice de mim
Segurar forte minha cintura
Enquanto sinto-o profundamente

É assim nesta loucura
Neste êxtase de sentir você
Ouvir você dizer sacanagens
Deixar-me louca, molhada, sedenta

Desejo suas mãos pesadas sobre mim,
Apertando-me, segurando-me,
Puxando com força meu corpo sob o seu
Quero você todo para mim
Dentro de mim
Podendo compartilhar dessa maravilha
Deste tesão que você é.

Camilla M. (08/10/13)

O amor é uma mistura de coisas


O amor deve ser uma mistura de coisas para dar certo
Deve haver ternura, respeito e lealdade
Momentos de paixão fantasiosa
Momentos de tesão tentador

Como dizia Camões: “O amor é um fogo que arde sem se ver”
É assim que deve ser
Como se raios solares nos queimassem de dentro para fora
Nos consumindo a todo instante e de forma profunda
Onde nosso coração grita, exclama

Em dados momento é como a calmaria de um lado
Contorna os problemas, as fúrias e cascatas
Desce rio abaixo, silencioso, puro
Docemente envolvendo as pedras pelo caminho
Levando com a correnteza da vida

O amor também são como águias
Voam livres e de forma longínqua
Observam de longe suas presas
Se aproximando aos poucos
Está no vento em seu lufar
Tocando em nossas almas

O amor é como a terra fértil
O solo úmido depois da chuva de Verão
Na semente que germina
No brilho do verde da planta
No fruto que a arvore nos oferece tão docemente
São como montanhas íngremes que sustentam o céus

O amor é assim fantástico
presente em todas as coisas
De forma misturada, sagrada, bela
Selvagem ou não
Animado ou não
É tudo aquilo que nos desperta a curiosidade
Nossa sensibilidade e emoções profundas.

Camilla M; (29/08/13)

Amor saudoso


Sinto saudades de um amor
Do teu gosto e do teu cheiro
Da forma que tu me beijava
Do jeito que me acariciava
De seus lábios quentes sobre meus lábios
Sobre meus seios e entre minhas coxas

Sentir seu gosto, lhe beijando,
Sugando e mordendo
Gemer em seu ouvido e dizer-lhe loucuras insanas
Beijar-lhe o peito nu, descer sobre ele

Passear com meus seios sobre seu corpo
Viver esta loucura, esta intensa paixão
Sentir seu sexo quente em minhas mãos
Sem pudor, sem medo, sem frescuras

Deliciar-me de sua companhia
De seu desejo, de sua alma
Alma que completa a mim
Sentir-te dentro de mim
Explorar o véu, o meu mundo interior

Sentir-me preenchida
Com seu tesão, por seu amor
Nos extasiando com o prazer
De nossas companhias e desejos
Tão intensos e tão profundos

Ao som do gemido, um gozo e um suspiro intenso
Olharmos um para o outro
E acalentarmos num beijo
Recolhidos em nossa alegria
Nus, unidos, felizes.

Camilla M
(29/07/13)

Brincadeiras


Numa tarde sem intenções lá estava você e eu…
Felizes e brincalhões como duas crianças.
Começamos como uma brincadeira provocativa
Você e eu mordendo, beliscando e fazendo cócegas
Riamos, nos abraçávamos e beijávamos
Deitados sobre o chão, em meio aos sorrisos
Você sobre meu corpo, beija-me
E assim entre beijos e suspiros
Suas mãos percorrem meu corpo
Vou me rendendo ao seu prazer, ao seu gosto
Vou apertando seu corpo contra o meu
Tirando sua camisa para deixar seu peito nu
Você se encaixa sobre mim e abre minha blusa
Deixando expostos meus seios fartos
Começa pelo meu pescoço beijando
E chega em meus mamilos sugando-os
Gemo de prazer ao sentir seus lábios sobre eles
Que inebriante prazer!
Desce sobre minha barrinha lambendo e beijando
Até chegar em meu pequeno short
Tira com a boca despindo meu sexo
Mergulha entre minhas pernas
Usa de sua língua para satisfazer meu desejo
Sorrio em meio ao extase, contorcendo-me de tesão
Gemo, peço mais e que ele fique ali até sentir meu corpo estremecer
O calor, a respiração acelerada,
Solto o grande gemido anunciando o orgasmo maravilhoso
Você olha para mim todo satisfeito,
E sobre mim e dá-me um beijo molhado, gostoso e safado
Sussurra em meu ouvido coisas deliciosas
Jogo-o no chão e inverto a situação
Agora nua sobre ti beijo-lhe ardentemente,
Esfrego meus seios sobre seu peito nu
E me pega pelo cabelo com força correspondendo ao desejo
Sinto sob sua calça seu volume, quente e duro
Minhas mãos percorre seu corpo
Faço um trilho de beijos sobre seu abdome
Chego sobre sua calça e puxo com volúpia
Entrego minha boca e minhas mãos ao carinho de satisfaze-lo
Lambo, chupo e ouvir seu gemido me enlouquece
No ápice do desejo ele clama por mim,
Me puxa próximo ao seu corpo, dá-me um beijo molhado
Faz-me sentar sobre seu colo
De forma que sinto penetrar sobre minha entranha
Nossos corpos se encaixando
Eles se movimentam cada vez mais intenso
Nosso desejo ardente, entre gemidos e sussurros
Entre palavrões e suspiros
Explodimos-nos num intenso gozo
Sentimos a plenitude e os corpos estremecerem,
Caímos pelo chão, nus e felizes…

Camilla M. 13/07/13