Permissões


Queria compartilhar hoje, o quão importante é realizar um processo terapêutico.

Há alguma semanas estava super incomodada com questões ligadas a minha autoestima. Daí então iniciei o uso intuitivo do óleo essencial de nardo.

Nardo foi uma escolha profunda porém trouxe-me memórias doloridas de minha adolescência, onde tudo começou a sabotagem de minha autoestima.

Hoje sou muito mais feliz e confortável em ser quem sou, tudo que vivi e aprendi me tornaram melhor e parte desta consciência que vos escreve.

Fui ao terapeuta para elaborar e compreender estes sentimentos e sensações. Inclusive de que os bullyings que sofria não eram tão grandes assim, porém, acabei colocando uma força maior nisso. Tive a nítida sensação que coloquei verdade e assumi estas palavras para mim. E eu simplesmente desejo esvaziar disso e não levá-las mais comigo deixando isso tudo para atrás.

Está noite, sonhei muitas coisas, inclusive a parte do sonho que estava na praia. Meu namorado e eu e, de repente, a família dele toda estava lá.

Fiquei incomodada com a “invasão”, inclusive de uma pessoa que gosto muito de sua família porém todos acatam sua posição e “ordens” nas reuniões. Não é a primeira vez que tenho este sentimento e sensação em relação a esta pessoa.

Por fim, acabei descobrindo que estava carregando as “palavras” e “orientações” em meu inconsciente. Fazendo-me entrar em autocobrança pois não faço nem um terço do que faz para os seus negócios.

Na verdade ninguém quer saber se você está sendo feliz com o que você tem e o que você vive. Sempre haverá alguém para dizer que você não é bom profissional ou pessoa, ou por que engordou ou não casou. Sempre.

Então, a síntese deste post é permissão mas por quê?

Oras, nossa consciência absorve tudo que lemos, nossa mente filtra e permite o que entra ou não. Sem estes filtros, vamos absorvendo tudo que estiver ao nosso redor, inclusive o que os outros pensam e acham de nossa vida. É de nossa responsabilidade permitir ou não que estas informações/emoções/pensamentos entrem e tenham força.

Portanto, seja filtro!

Não permitirei que alguém fale sobre minha vida seja verdade ou mentira, quem deve filtrar e vive-la, sou eu.

Publicidade

Um sonho e a terapia sexual …


Recebi de uma amiga um texto sobre um filme chamado As sessões, baseado num livro a respeito do uso do sexo de forma terapêutica para pacientes que fossem portadores de alguma deficiência. Isso surgiu na década de 70 nos EUA e existem muitas controvérsias sobre isso. As pessoas que o praticam tem todo um preparo psicológico e orientativo, as pessoas que receberão o “benefício” também há um preparo para isso.

O que me faz tocar neste assunto foi um sonho que tive noite passada com um conteúdo parecido.
Sonhei que havia uma vizinha que havia um neto e estava doente, quase em estágio terminal. E no sonho tinha ido visitar o rapaz e a ela.
Chegando lá o rapaz estava na cama e havia duas enfermeiras cuidando dele. Aproximei do rapaz e as enfermeiras cuidavam muito bem dele.
Logo a avó do rapaz se aproximou de nós três ali no quarto e nos fez uma pergunta até inusitada. Ela dizia que se preocupava com seu neto e queria dar uma qualidade de morte ele e, perguntou a nós três, que éramos jovens também, se não queríamos fazer sexo com ele e, ela pagaria por isso. No sonho eu não aceitei, mas uma das enfermeiras aceitou numa boa.
Daí o sonho teve toda uma conotação sexual (risos), a enfermeira fazendo as coisas que tinham de ser feita.

Aqui no Brasil não sei se tem este tipo de coisa talvez viria a ser mais um programa do governo como Sexo é Saúde ou Programa Sexo para todos ou Prolonge (prolonge a vida com a terapia do sexo)! (risos)
Brincadeiras a parte este tipo de terapia sexual (podemos assim dizer), tem ajudado muitas pessoas de acordo com o material que li.