ASTROLOGIA KÁRMICA E EXPLICAÇÃO DESTES MOMENTOS DE TRANSFORMAÇÃO – por Cláudia Lazzarotto


A entrada do Sol no Signo de Leão e a Super Lua Cheia de Aquário. A primeira da Era de Aquário e a Abertura do Portal de Leão, ativando “Corpos de Luz” e trazendo a abundância do Amor essencial, alinhado à libertação do peso Kármico advindo das feridas do Sentir!!! O Apogeu Cósmico da abertura do Campo de Luz e da Transmutação!!!

Primeira Lua Cheia de Aquário, no primeiro ano astral da Era de Aquário vem trazendo à tona um sopro potencializado de liberdade, efetivo e inédito, banhado na força absoluta do Amor Puro e da conexão com o Divino!!

Aquário é o signo que rege a Liberdade, a Chama Violeta, o Sétimo Raio, a liberdade tão esperada pela Humanidade e Leão é o signo que rege “o que nasce na essência do ser”, nosso ser Cristico, por isto, a criatividade e os Filhos, o Amor Puro, incondicional e até mesmo o Amor Próprio.

A entrada da energia deste Eixo, Aquário/Leão libera um imenso portal energético, eletromagnético, gerando Transmutação, Libertação, Renovação e ainda Recodificação de maneira intensa.

Por isto a importância de conexão com o que é essencial, com nosso Cristo interno, nossa centelha Divina, para reconectarmos com nossa força plena. Momentos assim, podem trazer intensidade e é justamente ai que deveremos estar inteiros e em plena harmonia conosco e com o Cosmos.

Vale lembrar que a Lua rege o Signo de Câncer e temos ali neste momento Mercúrio e Marte em Conjunção com Júpiter, num grande Trígono de Água, tão forte e benéfico com Netuno, Kiron e Saturno, estabelecendo com isto, a conexão da Mente, com o Divino e a expansão energética gerando enfim, ações numa nova Frequência de Vibração, e fomentando a Cura absoluta das feridas Kármicas, que são geradas no Sentir e desencadeiam todo processo kármico. Isto indica então, libertação efetiva de Ciclo Kármico, de dimensão vibratória, para os que estiverem alinhados à Emanação de Liberdade que atinge um enorme pico neste Momentum!

Sem dúvida, a Vibração é Universal e válida para todos, mas, o Livre Arbítrio sempre conta…a lei do Karma…da Ação e da Reação…que a meu ver é regida pela Lua (como aliás eu sempre digo) pois, antes de agir e reagir sentimos…e uma Lua como a de Hoje, abre, “escancara”, a transmutação do emocional, alinhado ao Mental, ao Divino e ao Eu essencial de cada ser que terão seus “Corpos de Luz”, ativados por esta gigantesca onda de Luz que nos traz a abertura do Portal de Leão. 

Mas…nesta semana* onde o Plano Divino, pode-se dizer está em festa, com tantos acontecimentos especiais e maravilhosos, estejamos atentos, pois, a Lua e o Sol estão aspectados com Saturno (senhor do Karma) em Escorpião (renascimento/poder), colocando a profundidade de cada ser em evidência e pedindo, atenção, recolhimento e responsabilidade com o que encontrarmos lá dentro de nós…por isto…é de lá, do profundo de cada um de nós que surgirá o nosso poder pessoal, o nosso real renascimento nesta nova era de Liberdade e bênçãos!!!

Vamos nos recolher e absorver tantas emanações positivas, direcionando-as à nossa cura efetiva, expandindo assim, a partir daí, nossa Luz individual ao coletivo. Vamos corresponder ao Plano Divino com Gratidão e Amor!!!

 

25 e 26 de Julho: “O Dia Fora do Tempo”, e “O Ano Novo Maia”.

8 de Agosto: O Momento Culminante das Transmissões do Portal Estelar/Vórtice

8 a 12 de Agosto : Ponto Culminante do Portal.

19 a 23 de Agosto: Lua Cheia em Leão/Aquário e Integração dos novos Códigos Solar/Lunar.

 

Claudia Lazzarotto – Astróloga Kármica

 

(Recebido via Pax Universal Group Yahoo.)

Mapa Astral – Dia 14/02/2009


mapa

 

 Veja novo texto mais completo sobre o alinhamento.

 

 14/fev/2009  – O advento da Idade do Aquário: Uma Rara Concentração astrológica.

 

As mais profundas tradições espirituais dos tempos antigos viam o mundo manifesto, em todas as escalas de existência como sendo gerado e permeado por uma trindade cósmica dos princípios ativo, passivo e neutro – a essência divina do masculino, feminino e infantil.

Os sábios da Índia antiga que seguiam os Vedas, viam que a energia como: o homem / energia ativa da vida – força- , que chamaram de pingala; sexo feminino / energia passiva, que chamaram de ida que se movia através dos nossos chakras; criança / energia neutra que chamaram de shushumna, como canal até eles .

Quando estas energias divinas masculina e feminina são equilibradas e, portanto, plenamente capazes de fazer “nascer” o divino, a energia da criança dentro de nós, os antigos sábios viam a energia da Kundalini mover-se para cima, que de outra reside adormecida na base da coluna, nos permitindo incorporar plenamente a nossa natureza divina.

O objetivo do sagrado matrimônio entre o divino feminino e masculino que os povos antigos, tais como os de Malta, promulgada em seus templos, não só para trazer harmonia cósmica e fertilidade de suas terras, mas dentro de si mesmos. Para tal equilíbrio energético é necessário permitir a ativação ou “nascimento” do filho divino dentro de nós e a realização da iluminação.

Quando essa trindade cósmica da consciência se harmonizar plenamente, de forma totalmente expressa dentro de nós, nos tornamos verdadeiramente “curados” e “integros”, e personificados pelo símbolo universal da caduceus como uma representação de cura desde os tempos mais remotos.

Por milênios, só o maior conhecedor dos adeptos podia ter atingido essa plenitude. Mas os anciãos e místicos em todo o mundo estão dizendo que agora é a hora, evoluímos para um ponto em que todos nós somos capazes de despertar a nossa divindade interior.

Este é o nosso destino espiritual no alvorecer da Idade do Aquário.

Em meados de Fevereiro, nós oferecemos apoio cósmico a este reconectar ao que nós realmente somos, por uma rara concentração astrológica que reúne um certo número de planetas em conjunto com o Nódulo Norte – denotando maior objetividade – em Aquário. E que energiza e inspira a possibilidade de avanço transcendental e de cura.

Nós medimos nosso sentimento global de ambos os espaços (longitude) e temporal (tempo universal – UT ou GMT), a partir do meridiano situado em Greenwich, Inglaterra. Podemos perceber a influência colectiva deste momento no evento astrológico olhando para o alinhamento “centrado” na perspectiva deste acontecimento mundial. Quando nós o fazemos, algo de extraordinário e requintado emerge.

No amanhecer em 14 de Fevereiro, o dia dedicado a S. Valentim, o Santo padroeiro do Amor, a Lua em Libra entra na sétima casa de relacionamentos. E Júpiter e Marte estão alinhados em Aquário na décima segunda casa de transformação espiritual.

Quarenta anos atrás, as intuitivas palavras de uma canção chamada Aquarius, trouxe o advento da Nova Era para a nossa consciência coletiva: 

” Quando a Lua estiver na sétima casa

Alinhada com Marte e Júpiter.

Então, a paz vai guiar os planetas

E o amor irá orientar as estrelas “

No amanhecer de 14 fev/2009, o Cosmos encarna efetivamente o perfeito alinhamento para manifestar, com o nosso apoio coletivo, a manifestação do Amor e da Paz e do alvorecer da Idade de Aquário.

O gráfico de 14 fevereiro revela uma incrível concentração de influências cósmicas das energias de Aquário na décima segunda casa.

O expansivo Júpiter e o Marte energético estarão alinhados com o propósito maior do Nódulo Norte.

A presença de Quiron, o curandeiro ferido, nos oferece a oportunidade de curar aquilo que estava dividido e que nos manteve separado durante tanto tempo.

Netuno enfatiza movimentos coletivos e humanitários de co-criação de justiça social. E a presença de un Sol radiante ilumina todo o alinhamento.

Mercúrio também na décima segunda casa, mas apenas para além da cúspide em Capricórnio, aliados com Plutão transformacional para comunicar e ancorar a mudança global ao longo das nossas estruturas e instituições.

A Lua em Libra no sétima casa enfatiza harmoniosa real-ationships (relacionamentos reais).

Vênus em Áries na primeira casa energiza e dá dinâmica de co-criatividade.

E, embora Saturno, o grande mestre da tarefa, em oposição a Urano, o inesperado que desperta, está sugerindo um confronto em curso com os resíduos do insustentável velho paradigma, relutantemente, dá lugar à esperança de testar o novo, as suas colocações em Virgem e Peixes trazem altruísmo prático e visionário, inspiração para a transição.

Às 7:25 (por volta das 06:30h pelo horário oficial) do dia  14 fevereiro /2009 – e durante os 18 minutos do alinhamento, convido-os, no coração universal, para adicionarem a sua própria intenção de amor e paz e para co-criarem o advento da Idade do Aquário ao do Cosmos.

De qualquer forma, considere o horário que for adequado para você, você pode optar por alinhar às 7.25am (UT) ou às 7h25 do seu próprio horário local, com energização de uma onda de intenção que irá circundar a Terra.

Após ter procurado mais de mil anos, não posso encontrar nenhum outro alinhamento no passado deste incrível significado. Mas, surpreendentemente, em um momento no tempo quase cinquenta anos atrás, vozes coletivas de nossos antepassados parecem ter percebido essa voz da energia cósmica das sementes na próxima Idade humana e do nascimento da Era de Aquário. Em 1962, ao mesmo tempo e no mesmo dia, como em 2009, Júpiter e Marte estavam em Aquário na décima segunda casa, e a Lua na sétima casa. Mas então a incrível concentração de planetas que deveriam energizar o alinhamento, como em 2009, estava faltando.

E em vez do Nódulo do Norte (maior efeito) estar alinhado com Júpiter e Marte, como o é em 2009, estava na oposição.

 O que isto significa é que já em 1962 era o chamado silencioso do nódulo sul para o norte, que agora alinha com Júpiter e Marte.

O nódulo sul representa aquilo que trazemos a partir do passado. Então, em 1962, o potencial para nós era o nascimento da Idade do Aquário que veio através da nossa memória coletiva, mas só agora somos capazes de manifestar plenamente sua finalidade maior. Em 1962 realizou-se essencialmente uma ação coletiva de “inspirar”, de começar a criar a possibilidade, e agora com o apoio do alinhamento cósmico Aquariano de 14 fevereiro 2009, somos capazes de “expirar”, de fazer com que isso aconteça.

Jude Currivan, PHD.

 ( http://www.judecurrivan.com )

Recebido via e-mail por Carmen Balhestero