USO INTELIGENTE DA ENERGIA SEXUAL


Imagem

A energia sexual desempenha um papel importantíssimo no nosso bem-estar mental, emocional e físico. E para as pessoas empenhadas em seguir um caminho espiritual, a compreensão do que significa energia sexual e o ato de fazer amor é mais preciosa ainda, pois eles são recursos de que dispomos para elevar nossa consciência e avançar para níveis mais altos de energia. Se estamos com alguém que amamos, o ato de fazer amor e o orgasmo provocam uma expansão de energia nos nossos campos de energéticos, quando a energia sexual se funde com a energia mais profunda do amor. Essas duas energias se tornam então uma só energia, poderosa, criativa, transformadora, que pode operar cura, a renovação e, se for conduzida até um nível suficientemente elevado, o que alguns chamam de “milagres”. Mas o que acontece quando usamos a força vital e a energia sexual num relacionamento íntimo em que não existe amor? Simplesmente os nossos centros de energia ficam bloqueados e a energia “não flui”. Isso acontece porque a intimidade sexual, quando não existe amor, cria o que poderia ser descrito como “impressões” negativas nos nossos centros de energia, bloqueando o movimento e o fluxo energético. Essas impressões e bloqueios podem ser sentidos energeticamente e alterar as nossas atitudes e comportamentos. Elas podem nos fazer sentir “travados” sexualmente, causando em nós uma perda de vitalidade sexual. Ou então podem disparar um anseio compulsivo por sexo, num esforço inconsciente para desbloquear as energias sexuais. Se as nossas energias sexuais não estão ligadas ao amor, elas podem como células cancerígenas, adquirir “vida própria” e acabar nos afastando do amor. E em nossas tentativas de satisfazer nossos impulsos sexuais, acabamos ferindo a nós mesmos e a outras pessoas. Atos meramente sexuais nunca são inofensivos. As energias sexuais são forças poderosas! Quando utilizadas com amor, elas promovem a nossa expansão como seres humanos. Quando usadas sem amor, elas causam o acúmulo de impressões e energias “escuras” e negativas na nossa aura, que nos mantêm em níveis baixos de percepção, ofuscam a nossa perspectiva mental e só criam obstáculos à nossa experiência da felicidade. Esse é um preço muito alto a pagar por um prazer momentâneo. Outro efeito da troca de energias sexuais sem amor é o que poderia ser descrito como “buracos” ou perfurações no campo energético dos parceiros. Sem a energia vital do amor, a troca de energias cria lacunas que enfraquecem a aura. Quando, ao contrário, o amor está presente, a mistura ou fusão das energias fortalece o campo energético, porque, nesse caso, mais amor e mais energia são produzidos no ato de fazer amor. Isso é igualmente verdadeiro para casais casados e não-casados. Não se trata aqui de uma questão moral. Pessoas casadas que não se amam e fazem sexo estão causando prejuízos uma a outra da mesma maneira que casais não casados, quando se entregam ao sexo sem amor.

 
(Desconheço o autor)

FORTALECENDO A AURA HUMANA – Por Elizabeth Clare Prophet


Emende os rasgos de sua aura, o campo magnético que está ao redor do seu corpo e que constitui a manifestação combinada da alma, mente e corpo.
Pode pensar em sua aura como uma estação emissora e receptora que envia tanto vibrações positivas como negativas, e que recebe vibrações dos outros assim como as vibrações superiores do mundo celestial. A sua aura revela tudo o que você é, e tudo o que já foi alguma vez. As trocas a cada momento entre os sentimentos e pensamentos lhe dão cores.
Algumas vezes criamos distúrbios ou “buracos” em nossa aura e a luz sai por ali. Condenar-se a si mesmo, mesmo que seja um pouquinho, é como fazer buracos de agulha numa bacia de água. Isto é o que acontece com sua aura quando permite que algo ou alguém o faça pensar que não é digno do amor de Deus. Não importa quanta luz atraia de Deus, ela vai fugir por esses buracos de agulha. Queremos ter uma aura forte, ser espiritualmente íntegros.
Quando as pessoas vêm até mim e dizem “sinto-me espiritual e fisicamente esgotado. Como posso recuperar a minha energia?” Isto ocorre devido à perda das energias de Deus, vindas através da Presença EU SOU e do Santo Cristo Pessoal.
Para saber se você tem uma aura frágil, faça a seguintes perguntas para si mesmo: Muda de opiniões e de decisões muito fácil? Falta concentração? É difícil manter a alegria? Cansa-se aparentemente sem nenhuma razão? Deixa-se influenciar facilmente pelos desejos e as vibrações negativas de outras pessoas?
Existem muitas maneiras em que isto pode ocorrer. Poderia sentir-se exausto porque literalmente deu partes de si mesmo. Quem sabe se sente como se tivessem drenado, porque está dando sua energia aos outros constantemente, especialmente se você é um profissional de saúde, um conselheiro ou alguém que trabalha num ofício orientado ao serviço.
Para seguir dando, você necessita selar a sua aura e mantê-la selada. Lembre-se que a sua energia vai onde vai a sua atenção. Sua atenção é sua essência espiritual.
Conversas desnecessárias são outra maneira de se perder luz. As palavras inúteis fazem com que gastemos nossa energia preciosa. Tente conservar as palavras e veja se adquire mais energias para fazer o que é verdadeiramente importante em sua vida.
Nossa sociedade é propensa ao ruído e o ruído pode danificar a aura. Algumas vezes preenchemos os espaços vazios do dia com o televisor ou o rádio ou com conversas. Não tenha medo de ter momentos de silêncio em sua vida para caminhar e falar com os anjos e com o seu Santo Cristo Pessoal.
A inveja e a crítica dos outros podem perfurar a aura. Quando alguém tem inveja, ou critica, ou faz ironias, está enviando “flechas envenenadas” e a atenção que os outros põem sobre si pode sugar a energia como um aspirador, a menos que esteja alerta e tenha formado um muro de proteção ao redor de si.
O descontrole emocional e a raiva também perfuram a aura. Alguns estudos dizem que os homens e as mulheres que têm uma grande hostilidade estão em maior risco de contraírem doenças coronárias e câncer.
A enfermidade primeiro começa a manifestar-se na aura. É como disparar um canhão contra si mesmo ou deixar que alguém o dispare. Os que se enraivecem com facilidade podem perder muito carma bom que tenham feito com árduo trabalho. Já vi pessoas que se irritam e perdem vários fragmentos de sua alma nesse momento.
Também tenho testemunhado pessoas que num acesso de fúria literalmente extinguirem sua centelha divina. Isto é muito sério.
Se você se dá conta de que tem um agulheiro em sua aura, pode reverter rapidamente a situação ao fazer orações e decretos dinâmicos. O decreto do Tubo de Luz e os decretos ao Arcanjo Miguel sempre são a sua primeira linha de defesa para fortalecer a sua aura.

* Fonte: “Uma Lição de Amor: Viver uma Vida Espiritual Prática”, de Elizabeth Clare Prophet.