Reflexão sobre as mudanças


Dizem que somos mutantes, que há diversos seres dentro de um só.
Todos eles gritam, falam, resmungam, choram, sorriem, advertem….

E todas as vezes que entro em silencio, estas vozes se calam e sinto um palpitar leve, um sonora musica que vem de dentro…
Um vazio que me dá conforto e esperança,  me preenchendo e dando-me a certeza de que estas vozes não passam de ecos de minha mente turbulenta.

E todas as vezes que tenho certezas em minha vida, há uma coisa que aparece e faz mudar tudo, pensar em tudo e renovar todas as esperanças, sonhos e expectativas.
Vejo que as coisas tem mudado rapidamente e só quem não está de pé está a perder o espetáculo.

Ontem tinha uma (ou inúmeras?) certeza, veio a vida e me conduziu que aquilo era transitório… Aliás tantas e quantas transições passarei até encontrar aquilo que desejo para minha vida???? Uma hora TEM QUE FICAR!

Hoje eu não tenho a certeza de nada mas a confiança que todo o Universo está trabalhando numa trama tão maravilhosa para todos que, quando minha história se realizar a de muitas outras entrarão em sintonia concomitantemente.

Mal posso esperar por isso!

Ressonância e, enquanto o Universo está mudando, a minha vida está em movimento, está tudo transitório!
Essa é a sabedoria da Inteligencia Universal.

12/03/14
Camilla Murer

Mais um poema sobre desejo


Eu lhe desejo, amor, como alguém que tem  fome
Fome de teus beijos, dos seus olhos e do seu abraço

Desejo nossos corpos em amor e carne
Possuídos por um desejo inebriante
Onde a alma pudesse rasgar nossos receptáculos

Transbordássemos de luzes e sombras
Tirando cada cortina, cada véu sobre elas
Onde nossos desejos subissem aos céus

O ardor que todo o desejo puro e intenso me traz
É viver intensamente esta experiencia contigo
Se apresse, não se demore, usufrua de meu prazer

Te darei o meu melhor sempre
O meu coração, meu toque e meu mel
Sinto a saudade do teu jeito, do teu gosto e do teu cheiro

Encarando a mim e marcado sobre minha pele
Toda marca de luz e sombra
Que sua alma me traz.

Camilla Murer
(07/01/14)

Deixe o amor te levar


Deixe o amor te guiar
Deixe o amor te levar
Deixe seu corpo expressar
Na dança, no canto e no ato
tudo aquilo que deseja

Deixe o amor te levar
Para os locais mais profundos de sua alma
Para os locais mais belos do planeta

Deixe o amor te tocar
Naquilo que existe mais belo de sua alma
Naquilo que advém além de nós

Dance, chore, grite e mexa-se
Deixe sua alma expressar
Deixei o amor te guiar.

Camilla M.
(02/09/13)

Amor saudoso


Sinto saudades de um amor
Do teu gosto e do teu cheiro
Da forma que tu me beijava
Do jeito que me acariciava
De seus lábios quentes sobre meus lábios
Sobre meus seios e entre minhas coxas

Sentir seu gosto, lhe beijando,
Sugando e mordendo
Gemer em seu ouvido e dizer-lhe loucuras insanas
Beijar-lhe o peito nu, descer sobre ele

Passear com meus seios sobre seu corpo
Viver esta loucura, esta intensa paixão
Sentir seu sexo quente em minhas mãos
Sem pudor, sem medo, sem frescuras

Deliciar-me de sua companhia
De seu desejo, de sua alma
Alma que completa a mim
Sentir-te dentro de mim
Explorar o véu, o meu mundo interior

Sentir-me preenchida
Com seu tesão, por seu amor
Nos extasiando com o prazer
De nossas companhias e desejos
Tão intensos e tão profundos

Ao som do gemido, um gozo e um suspiro intenso
Olharmos um para o outro
E acalentarmos num beijo
Recolhidos em nossa alegria
Nus, unidos, felizes.

Camilla M
(29/07/13)

EUTANÁSIA – história contada por Chico Xavier


EUTANÁSIA – história contada por Chico Xavier

Chico visitou durante muitos anos um jovem que tinha o corpo totalmente deformado e que morava num barraco à beira de uma mata. O estado de alienado mental era completo. A mãe deste jovem era também muito doente e o Chico a ajudava a banhá-lo, alimentá-lo e a fazer a limpeza do pequeno cômodo em que morava.

O quadro era tão estarrecedor que, numa de suas visitas em que um grupo de pessoas o acompanhava, um médico perguntou ao Chico:

– Nem mesmo neste caso a eutanásia seria perdoável?
Chico respondeu:

– Não creio doutor. Esse nosso irmão, em sua última encarnação, tinha muito poder. Perseguiu, prejudicou e com torturas desumanas tirou a vida de muitas pessoas. Algumas o perdoaram, outras não e o perseguiram durante toda sua vida. Aguardaram o seu desencarne e, assim que ele deixou o corpo, eles o agarraram e o torturaram de todas as maneiras durante muitos anos. Este corpo disforme e mutilado representa uma bênção para ele. Foi o único jeito que a providência divina encontrou para escondê-lo de seus inimigos. Quando mais tempo agüentar, melhor será. Com o passar dos anos, muitos de seus inimigos o terão perdoado. Outros terão reencarnado. Aplicar a eutanásia seria devolvê-lo às mãos de seus inimigos para que continuassem a torturá-lo.

– E como resgatará ele seus crimes? – Perguntou o médico.
– O irmão X costumava dizer que Deus usa o tempo e não a violência. – respondeu Chico Xavier

Diante da dor e do sofrimento, ouvimos pessoas dizendo: “Eu não acho justo tanto sofrimento!” Quem afirma isto, está achando indiretamente, que Deus é injusto.

São Luiz, no Evangelho Segundo o Espiritismo, cap. V, item 28 diz: “Quem nos dá o direito de prejudicar os planos de Deus? (Se aquela pessoa sofre, é porque está ressarcindo no corpo, os débitos e liberta-se dos erros do passado). Será que Deus não pode deixar uma pessoa chegar à beira da morte, para depois curá-la, com a finalidade de fazer com que aquela pessoa examine a si mesmo lhe dando a chance de modificar seu modo de pensar e agir? Ninguém pode dizer que uma pessoa moribunda está perto do fim, porque a ciência, comete erros nas suas previsões.

Sabemos que há casos que podemos considerar, desesperador. Mas se não há nenhuma esperança possível, lembremos que há doente que se reanima e recobra suas faculdades por alguns instantes. Essa hora é concedida por Deus, e pode ser de grande importância, porque o Espírito pode ter um súbito clarão de arrependimento que poupam muitos tormentos. Um minuto apenas pode poupar muitas lágrimas no futuro.”
Portanto: Matar nunca!

Nossa encarnação é planejada minuciosamente.
Nós formamos corpos físicos, quem dá vida ao corpo físico é Deus. Por isso, não temos o direito de destruí-la. Seja através do aborto, do suicídio, da pena de morte, eutanásia . . .

“Que os conhecimentos médicos vigentes possam ajudar os que se acham à beira da desencarnação, facilitando-lhe um tranqüilo retorno ao Invisível sem comprometimento negativo de médicos, enfermagem ou familiares.”

– Raul Teixeira

✿ Curta, Compartilhe e Recomende ✿
www.facebook.com/paginaespiritosdeluz

USO INTELIGENTE DA ENERGIA SEXUAL


Imagem

A energia sexual desempenha um papel importantíssimo no nosso bem-estar mental, emocional e físico. E para as pessoas empenhadas em seguir um caminho espiritual, a compreensão do que significa energia sexual e o ato de fazer amor é mais preciosa ainda, pois eles são recursos de que dispomos para elevar nossa consciência e avançar para níveis mais altos de energia. Se estamos com alguém que amamos, o ato de fazer amor e o orgasmo provocam uma expansão de energia nos nossos campos de energéticos, quando a energia sexual se funde com a energia mais profunda do amor. Essas duas energias se tornam então uma só energia, poderosa, criativa, transformadora, que pode operar cura, a renovação e, se for conduzida até um nível suficientemente elevado, o que alguns chamam de “milagres”. Mas o que acontece quando usamos a força vital e a energia sexual num relacionamento íntimo em que não existe amor? Simplesmente os nossos centros de energia ficam bloqueados e a energia “não flui”. Isso acontece porque a intimidade sexual, quando não existe amor, cria o que poderia ser descrito como “impressões” negativas nos nossos centros de energia, bloqueando o movimento e o fluxo energético. Essas impressões e bloqueios podem ser sentidos energeticamente e alterar as nossas atitudes e comportamentos. Elas podem nos fazer sentir “travados” sexualmente, causando em nós uma perda de vitalidade sexual. Ou então podem disparar um anseio compulsivo por sexo, num esforço inconsciente para desbloquear as energias sexuais. Se as nossas energias sexuais não estão ligadas ao amor, elas podem como células cancerígenas, adquirir “vida própria” e acabar nos afastando do amor. E em nossas tentativas de satisfazer nossos impulsos sexuais, acabamos ferindo a nós mesmos e a outras pessoas. Atos meramente sexuais nunca são inofensivos. As energias sexuais são forças poderosas! Quando utilizadas com amor, elas promovem a nossa expansão como seres humanos. Quando usadas sem amor, elas causam o acúmulo de impressões e energias “escuras” e negativas na nossa aura, que nos mantêm em níveis baixos de percepção, ofuscam a nossa perspectiva mental e só criam obstáculos à nossa experiência da felicidade. Esse é um preço muito alto a pagar por um prazer momentâneo. Outro efeito da troca de energias sexuais sem amor é o que poderia ser descrito como “buracos” ou perfurações no campo energético dos parceiros. Sem a energia vital do amor, a troca de energias cria lacunas que enfraquecem a aura. Quando, ao contrário, o amor está presente, a mistura ou fusão das energias fortalece o campo energético, porque, nesse caso, mais amor e mais energia são produzidos no ato de fazer amor. Isso é igualmente verdadeiro para casais casados e não-casados. Não se trata aqui de uma questão moral. Pessoas casadas que não se amam e fazem sexo estão causando prejuízos uma a outra da mesma maneira que casais não casados, quando se entregam ao sexo sem amor.

 
(Desconheço o autor)