Reflexões da madrugada – II


Bom dia madrugada.

Após um lindo sonho que me trouxeram muitas revelações e intuições.

Só sei que quero ser aquela alma bonita e resplandecente que vi no sonho. Alma bonita que sente de dentro para fora.

Isso me fez querer jogar fora tudo que me bloqueia de chegar a ela: leveza.

Imaginei com todo meu desejo toda a sujeira emocional que carreguei desde a adolescência do que os outros falavam de mim, daquilo que interpretei como verdade, limitações autoimpostas e minha própria autocrítica. Enfiei tudo num saco de lixo externo e joguei mentalmente num rio para levar tudo e nunca mais voltar.

É necessário dar um basta para nos bastarmos e amarmos com nossa profundeza.

Fim.

Publicado por

Camila Moreira

Mulher, ama o conhecimento, o saber e a natureza. Formada em química, massoterapia e seu novo encontro com o Sagrado através da aromaterapia. Uma apaixonada pelas terapias alternativas e complementares e bem como pelas "logias" da vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s