Mais um poema sobre desejo


Eu lhe desejo, amor, como alguém que tem  fome
Fome de teus beijos, dos seus olhos e do seu abraço

Desejo nossos corpos em amor e carne
Possuídos por um desejo inebriante
Onde a alma pudesse rasgar nossos receptáculos

Transbordássemos de luzes e sombras
Tirando cada cortina, cada véu sobre elas
Onde nossos desejos subissem aos céus

O ardor que todo o desejo puro e intenso me traz
É viver intensamente esta experiencia contigo
Se apresse, não se demore, usufrua de meu prazer

Te darei o meu melhor sempre
O meu coração, meu toque e meu mel
Sinto a saudade do teu jeito, do teu gosto e do teu cheiro

Encarando a mim e marcado sobre minha pele
Toda marca de luz e sombra
Que sua alma me traz.

Camilla Murer
(07/01/14)

Publicado por

Camila Moreira

Mulher, ama o conhecimento, o saber e a natureza. Formada em química, massoterapia e seu novo encontro com o Sagrado através da aromaterapia. Uma apaixonada pelas terapias alternativas e complementares e bem como pelas "logias" da vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s