O amor é uma mistura de coisas


O amor deve ser uma mistura de coisas para dar certo
Deve haver ternura, respeito e lealdade
Momentos de paixão fantasiosa
Momentos de tesão tentador

Como dizia Camões: “O amor é um fogo que arde sem se ver”
É assim que deve ser
Como se raios solares nos queimassem de dentro para fora
Nos consumindo a todo instante e de forma profunda
Onde nosso coração grita, exclama

Em dados momento é como a calmaria de um lado
Contorna os problemas, as fúrias e cascatas
Desce rio abaixo, silencioso, puro
Docemente envolvendo as pedras pelo caminho
Levando com a correnteza da vida

O amor também são como águias
Voam livres e de forma longínqua
Observam de longe suas presas
Se aproximando aos poucos
Está no vento em seu lufar
Tocando em nossas almas

O amor é como a terra fértil
O solo úmido depois da chuva de Verão
Na semente que germina
No brilho do verde da planta
No fruto que a arvore nos oferece tão docemente
São como montanhas íngremes que sustentam o céus

O amor é assim fantástico
presente em todas as coisas
De forma misturada, sagrada, bela
Selvagem ou não
Animado ou não
É tudo aquilo que nos desperta a curiosidade
Nossa sensibilidade e emoções profundas.

Camilla M; (29/08/13)

Publicado por

Camila Moreira

Mulher, ama o conhecimento, o saber e a natureza. Formada em química, massoterapia e seu novo encontro com o Sagrado através da aromaterapia. Uma apaixonada pelas terapias alternativas e complementares e bem como pelas "logias" da vida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s