Desabafo 03-2011: Lidando com o lado obscuro de minha alma.


 

Olá,

 Quando não consigo falar para as pessoas o que sinto prefiro muitas vezes escrever para desabafar o que vem ao meu coração.

Nestes últimos tempos tenho tido problemas respiratórios, a famosa renite alérgica. Também tenho outros problemas no coração e alta miopia. São coisa que me chateiam, uma vez que aprendi, somos sumamente perfeitos como seres espirituais, mas nosso corpo é falho.

Falho por quê? Será que nossa alma está realmente perfeita? Acredito que não, se estamos equilibrados com nossa alma, teríamos nossa saúde perfeita, um corpo perfeito e tudo o mais.

Desde que descobri que tenho problemas no coração, tentei várias vezes analisar meu comportamento e sentimentos que, na verdade, me levaram a compreender diversos fatores. Um deles é que possuo uma bagagem de vidas passadas.

Este problema no coração começou como uma angustia e tristeza e que doía por demais esta região. Até que tive um sonho que relatei num post anterior sobre uma revelação que tive numa vida anterior.

Enfim, agora desenvolvi uns dois anos atrás este renite alérgica. Nunca fui alérgica a nada, nunca tive problemas e hoje meu corpo desenvolveu isso. Tentei buscar explicações até que uma conhecida havia dito que a terapeuta holística dela havia dito que a renite, quando desenvolvida “do nada”, era que havia muita inveja ao redor daquela pessoa. A princípio tentei relacionar isso ao meu campo profissional, pois sempre há um que sente inveja do outro. Fiz orações de perdão para a(s) pessoa(s) e nada desta renite passar.

Agora, estou fazendo curso de massoterapeuta, acabamos por conhecer o corpo humano mecanicamente e energeticamente. Uma professora nos orientou a ler o livro Linguagem do Corpo, da autora Cristina Cairo, que por sinal, já havia lido a algum tempo atrás. Estou com um resumo em mãos do livro e verifiquei novamente os tipos de doenças envolvidos com nossa energia, nossas atitudes, pensamentos e sentimentos.

Li e reli muitas vezes as partes que falam sobre as doenças que tenho e cheguei a seguinte conclusão: eu sou míope pois não consigo aceitar a condição de vida que tenho, estou sempre fugindo da realidade que tenho, eu desenvolvi renite alérgica pois, o que vivo, foge do controle que tenho, quem tem ressentimento de alguém sou eu e mudo meu estado de humor constantemente, possuo problema no coração pois ainda não perdoei “de coração” o que me fizeram um dia e que, talvez inconscientemente, tento me vingar ou espero “vingança”.

Acordei hoje com essa compreensão, pedi por maior esclarecimento aos Mestres, meus protetores, cheguei a chorar pois gostaria de entender melhor o que sinto, quero ser capaz de reprogramar minhas crenças pois isso me afeta profundamente.

Foi então que tive um sonho com as pessoas que mais amo, a qual descontava toda minha raiva, incompreensão, minha falta de capacidade de aceitar a realidade que tenho, como se ela fosse culpada por isso. Descontei minha inveja, minha angustia, sonhava que mordia a pessoa como no ato de dizer que tenho fome e sede, que é pertencente a mim. Por que não consigo aceitar que sou assim? Por que não consigo aceitar a vida que tenho? Por que não consigo aceitar a realidade e as pessoas como elas são?

Ao acordar do sonho fiquei agoniada, triste e desapontada comigo mesma, não imaginava que era uma pessoa cruel. Não quero ser uma pessoa doente, problemática, quero ser saudável, perfeita e equilibrada com meus sentimentos, viver uma vida digna, saudável e plena.

Estou tentando lidar com um lado obscuro de minha alma, muitas pessoas talvez não tenham a coragem de ver isso, mas nossos sonhos noturnos são capazes de trazer isso a tona.

Batia com força na pessoa que amo, pois eu não admitia aquilo, jogava toda minha raiva, inveja, por que não era eu. Não tinha raiva da outra pessoa e sim dele. Sentia como se eu não fosse o bastante, insuperável, um sentimento estranho de “traída”.

Foi assim que criei este desabafo, não consigo contar para as pessoas próximas, sei que existem algumas que lêem este blog, mas espero que elas tenham compreensão, estou passando por uma fase de limpeza, isso precisava vir a tona para que eu compreendesse, que certas coisas que sentia, não era toa, só não sabia identifica-las tão claramente como ocorreu hoje.

Peço desculpas pelos meus sentimentos e atos, não tinha conhecimento deste lado obscuro de meus sentimentos. Perdoe-me pois ninguém é culpado pelo que sinto, pelas minhas crenças errôneas, pela minha “inveja”, pelas minhas frustrações.

Tudo que mais quero nesta vida é ser feliz, espero que, vocês também sejam.

 

Abraço a todos.

Anúncios

2 comentários em “Desabafo 03-2011: Lidando com o lado obscuro de minha alma.

  1. Me perdoe o abuso mas vou chama-la de amiga.
    A maior fonte de cura e o amor
    O verdadeiro amor ama a incomplenitude, os defeitos , os erros,os pecados ( para aqueles mais drasticos)
    A partir do momento que voce se olha pra si e diz tenho defeitos e tenho qualidades e sei que o meu saldo e positivo voce vai conseguir se ver e ver tambem os outros de outra forma, aceitar os defeitos e ser humano.
    Não exija perfeição de si mesma .Procure o equilibrio.
    Paz e sabedoria
    Abraços
    Isis Lyrio

  2. Olá Isis,

    Obrigada pelo comentário.
    Adorei sua orientar, vou procurar me observar mais.
    Quanto ao amiga, pode chamar sem problema algum.

    Forte abraço a você.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s