Desabafo 27


Estava precisando escrever algo realmente do que estou sentindo sobre pessoas e fatos.

Acontece que estou passando por momentos ótimos porém de muito aprendizado.

Tenho aprendido muito com a vida, afinal, nasci para aprender a viver e ter maestria sobre ela. Às vezes me pego vagando sobre meus pensamentos viajantes, olhando sob outras ópticas pessoas, fatos e tento ponderar algumas coisas.

Sinto que quando recebemos uma crítica, ela dói, daí você se revolta, acha que o mundo está contra você, porém, por traz dela, sempre há algo nos agregar.

Acabamos nos policiando mais, pelo menos particularmente, depois de ter recebido algumas, acabei enxergando onde estava errando e por onde poderia crescer mais.

Acabei tornando-me mais autocrítica, quando vacilo, paro e penso mais sistematicamente como se fosse uma pessoa externa a mim.

Sabe aquela frase “quem vê cara não vê coração”, então é dessa forma que ser humano faz,  quem está de fora não sabe muito bem o que você sente, porém ela vê tudo o que você faz, a forma que age. Sendo coisas boas ou ruins, fazemos um julgamento do outro por nossa experiência.

Enfim, acho que as críticas são importantes para nossa evolução. Só não podemos dar força a aquelas que não condizem com nossa essência e não ter ressentimentos de qualquer uma das pessoas que nos retalharam.

Porém quero relatar outras coisas que venho pensando, que não são tão pertinentes ao assunto abordado acima.

Quero falar de encontro de pessoas. Sim, pessoas especiais e interessantes.

Nestes últimos dias, tenho lembrado de pessoas que carinhosamente, mesmo longe pela distância e a falta de comunicação, sinto-as próximas a mim.

Como se comunicássemos através da mente, pela vibração e energia do outro. Engraçado como conseguimos sentir a energia de outra pessoa.

Estas pessoas parecem que fazem parte do meu pensamento, e assim ao mesmo tempo faço parte delas. Sentindo que talvez ela pode estar alegre ou triste ou com algum problema.

Recentemente, ouvi um interativo do Gasparetto, sobre nossa força. Somos seres dotados de energia em constante trabalho eletrônico. Portanto, exigimos um trabalho de nossos corpos (mental, sentimental, carnal) para interagirmos com o meio que vivemos.

Porém, quero falar de força, de uma forma mental. Por exemplo, a força que damos para realização de um sonho. Construímos a forma no pensamento, do pensamento ele é plasmado e assim materializado. “Tudo que quereres conseguirá”. Porém esta mesma força que utiliza para construir ela pode ser utilizada para destruir.

Nossos pensamentos são muito mais rápidos que a luz mas quando fazemos um pensamento dirigido ele é muito mais eficiente.

Assim, devemos policiar para onde estamos dirigindo nossos pensamentos. Sabem por quê? Por que o pensamento faz parte de nossa energia e ele gera uma força.

Podemos dirigir nosso pensamento em pessoas, independente do seu uso, para nos ligarmos a ela, gerando um elo de ligação. Devemos ter cuidado com isso pois ao mesmo tempo em que utilizamos nossas forças para ligarmos alguém, estamos sugando-os ou “atrapalhando” de certa forma a liberdade de pensamento do outro. De certa forma estará ligado a energia do outro.

Então, atingimos o outro assim, e muitas vezes, passamos a ter sentimentos e pensamentos que não advém de nós, de nossos seres internos, e sim, do outro, que está conectado a nós. E isso não ocorre uma ligação com uma pessoa não, são várias. São como memórias subconscientes que ativamos, memórias que lembram bolhas de sabão ao ar, que soltamos e estouramos.

Querendo explicar o que sinto, é que muitas vezes, tenho idéias e pensamentos que não servem a minha vibração, que sendo eu, uma anteninha mediúnica, e que a qualquer instante capta algo no ar. Sei que há várias pessoas conectadas a mim, que por bem ou mal, quando fecho meus olhos e imagino uma área de meu corpo, a imagem destas pessoas conectadas a mim aparece ali.

Geralmente são sintomas de queimações no estômago, apertos no coração, dores de cabeça e nas costas, são os mais comuns em mim.

Faz algum tempo que não sentia meu coração apertado, mas devido uma situação que estou vivendo agora. Sinto que há uma pessoa em especial, mas não cabe a mim no momento, sabemos que somos diferentes interiormente, e que nada dali haverá de ir para frente.

Essa é a verdade minha, não quero mais brincar de “fazer de conta”, enganar-me como já fiz anteriormente, criar um véu de ilusão, mesmo sabendo que, interiormente, minha voz grita que essa não é a minha realidade.

Quero ser honesta, gosto da pessoa, muito especial em si, educada e respeitadora, afinal, reconheceu e respeitou muito bem meus jeitos e gostos, mas bem diferente de mim. Sinto que nós teremos uma amizade muito legal.

Não sei bem ao certo mas capto esta mensagem, mas ao mesmo tempo sinto uma chateação, sabendo que não posso corresponder às expectativas de ninguém e nem ela as minhas. Não estou gerando nenhum tipo de expectativa e tampouco quero modular-me para encaixar a um padrão que não sou. Sei que fui de coração aberto, fui extremamente sincera e autêntica. Posso dizer que fui eu, transparente de quem sou e como sou, consciente das coisas que gosto ou não.

Tenho certeza de que fui reconhecida, se não fosse tão bem aceita, a pessoa não estenderia a conversa. Não fiz julgamentos precipitados de atitudes e palavras, porém, senti-me a vontade, tranqüila de que estava sendo eu mesma, e a pessoa também.

Senti autenticidade e sinceridade. Prezo muito isso nas pessoas. E essa merece valor.

Sinto que a qualquer momento uma conversa irá calhar isso.

 

Somente … só…

Anúncios

Um comentário em “Desabafo 27

  1. É…viver é aprender, amadurecer a cada dia…
    mas…falando de internet
    Uma coisa te digo, seu blog é ótimo!
    Estou preparando links iluminados no site e vou colocar o seu. Visite lá o link da Internet de Luz e leia sobre a inspiração q tive. Um beijo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s