Que Mulher…


Não sou muito adepta a algumas coisas neste texto porém achei que ele tem um fundo de bom humor. Enfim, espero que mulheres e homens riam com esta “piada”.

 

Que Mulher…  


Nunca usou um sutiã meio furado,
Tem um primo meio tarado,
Ou um amigo meio viado?

Que mulher nunca tomou
Um fora de querer sumir,
Um porre de cair
Ou um lexotan para dormir?

Que mulher nunca sonhou
Com a sogra morta,estendida,
Em ser muito feliz na vida
Ou com uma lipo na barriga?

Que mulher nunca pensou
Em dar fim numa panela,
Jogar os filhos pela janela
Ou que a  culpa era toda dela?

Que mulher nunca penou
Para ter a perna depilada,
Para aturar uma empregada
Ou para trabalhar menstruada?

Que mulher nunca comeu
Uma caixa de Bis, por ansiedade,
Uma alface,no almoço,por vaidade
Ou, um canalha por saudade?


Que mulher nunca apertou
O pé no sapato para caber, a barriga para emagrecer

 

 

“Se todo homem é igual, porque a gente escolhe tanto???”

“Príncipe encantado que nada… Bom mesmo é lobo-mau!! Que te  ouve  melhor… Que te vê melhor… E ainda te come!!!”

Mandem para mulheres que precisam rir, ou para homens que possam lidar com essa realidade!

Ou um ursinho para não enlouquecer?

Que mulher nunca jurou
Que não estava ao telefone,
Que não pensa em silicone
Ou que “dele” não lembra nem o nome?
 
Só as mulheres para entenderem o significado deste poema!
Estamos em uma época em que:

 “Homem dando sopa, é apenas um homem distribuindo alimento aos pobres”

 “Pior do que nunca achar o homem certo é viver pra sempre com o  homem errado”

“Mais vale um cara feio com você do que dois lindos se  beijando”

 

(Desconheço o autor)

Anúncios

4 comentários em “Que Mulher…

  1. A janela da minha alma

    “A janela da minha alma
    tem a capacidade de revelar…
    Capacidade que (nem sempre) é bem-vinda.

    A cada revelação, a cada nova descoberta,
    A cada mundo novo a ser explorado,
    Vem a sensação da perda.
    Perda ora boa, ora ruim…

    A janela da minha alma
    Revela-me, agora, que eu perdi um amor.
    Amor meu que não me amou.

    Mas, apesar de perder um amor,
    Ainda tenho um outro amor,
    Um amor maior, muito maior…

    A janela de minha alma revela-me que
    Apesar de perder um amor,
    O outro amor é maior:
    É o que eu tenho por minha Deusa,
    O amor por mim mesma.”

    Gostei muito do seu blog, seus textos são bem interessantes!
    Deixo aqui um poema meu e um convite para visitar minha página (http://flaviasilva.wordpress.com/).

    Abraços, Flávia Silva.

  2. Aquele blog que você deixou o comentário é somente sobre Metallica mesmo… O outro, http://flaviasilva.wordpress.com , é o que escrevo sobre religião, mitologia, mulher, filosofia e afins; tem mais a ver com o seu site (eu imagino).

    Vou adicionar seu blog na lista de “Blogs Amigos”.

    Abraços!

  3. vou postaar um pouco no meu novo blog, depois de 10 postagens novas mando o endereço para vcs beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s