Desabafo 13


Ai que número hein? rs… 13… número de sorte para mim e para outros azar…

E lá vem eu, com o meu sentimentalismo, falar de sentimentos, pensamentos e sonhos… justamente num desabafo 13?

Irônico ou não escreverei assim mesmo.

Estava aqui, quieta, em meu pequeno canto, vendo uns desenhos que fiz, pois além de escritora e poetisa faço alguns desenhos… dons talvez não tão bem desenvolvidos mas que perduram até hoje.

Desenho desde pequena e tudo começou pelo meu pai. Ele fazia patinhos e cavalinhos para eu copiar e foi desta forma que fui aperfeiçoando.

Lembro de uma certa vez ter pego um livro de história e visto um desenho de um cavalo marrom com um mancha branca bem no meio do rosto. Aquilo me chamou a atenção de tal forma que tive de desenhar aquele cavalo de qualquer jeito.

Este cavalo no livro me fez assimilar coisas do meu subconsciente, minhas memórias passadas. Já sonhei várias vezes com um cavalo igual aquele, mas só tive estes sonhos depois de muito tempo e, a partir daí, vim a entender o por que desta fascinação.

Com o passar dos anos, fui aperfeiçoando meus desenhos que possuem características de cartoon com mangás. É uma mistura mas que enfim sai de alguma forma rs…

Às vezes tenho alguns insights de imagens e fico inquieta e preciso desenhá-los. Rostos de pessoas principalmente, coisas que ficam muito marcadas na memória que precisam ser expressas de alguma forma.

Ontem à noite, depois que relaxei, após minhas orações fechei meus olhos por um instante, estava em silêncio comigo mesma. De repente me bateu uma saudade de não sei o quê e me veio a imagem de uma pessoa, de costas, com uma jaqueta jeans de óculos de sol olhando de lado. A imagem ficou muito nítida que meu impulso foi pegar folhas e desenhá-lo.

Hoje estava olhando minha pasta com estes desenhos. Coisas que estão no meu inconsciente ou vontades que tenho, imagens que mexem comigo. O mais engraçado é que a maioria dos meus desenhos são homens. Homens com cabelos levemente compridos, altos, magros ou fortes (dependendo), fazendo ou segurando alguma coisa. Esportistas, cavaleiros, garotos, nú de costas, alguns juntos com mulheres, deitados numa cama, juntos num abraço, num momento romântico entre olhares profundos e apaixonados…

É, e isso tudo tem a minha energia criadora, meus desejos, minhas vontades interiores. Talvez o que eu procuro seja um cara de muitas faces, que eu pudesse olhá-lo e ver um pouco de tudo nele… difícil compreensão né?

Mas quem me conhece sabe que sou uma pessoa só, mas existem várias “Acayrãs” dentro de mim, várias mulheres, que compõe uma só… talvez sejam elas que me dão esta composição mágica… rsrs.

Os desenhos que mais me tocaram neste momento foram do casal deitado numa cama, o homem olhando com ternura para sua amada enquanto ela está deitada… os dois ali, nús, cúmplices um do outro. O outro um jovem casal, lógico que não desenhei um campo todo, mas a imagem que me veio foi de um campo, florido, os dois ali, ele meio deitado de barriga para cima, ela encostada em seu abdômem de frente para ele, olhando nos olhos, ela olhando-lhe profundamente, e ele sendo receptivo ao seu olhar apaixonado… a mão da jovem segurando-lhe o rosto num gesto de carinho, de acolhimento do amado…

Meu Deus como estas imagens mexem comigo, fico muito emocionada com os meus desenhos, quanto sentimentalismo há em mim, talvez é um mundo no qual queria viver.

Pessoas amadas, receptivas, espontâneas, ternas, bondosas, sem dor, sem ódio, sem mágoa, sem a tristeza e a solidão para assombrar as mentes …

Enfim, voltando a realidade, estou aqui no Planeta Terra, um ser espiritual tendo uma experiência humana, sabendo que daqui ainda estarei viva e eternamente jovem… Eu serei eu… sempre.

Adoro acreditar e imaginar estas possibilidades, infinitas e verdadeiras. Adoro meu ser, minha criação, as coisas que vivo, crio e faço com meu amor, minha energia…

Eu sinto saudades profundas de um lugar assim, bonito, cheio de magia e alegria… músicas bonitas, contato com outros seres, livre, abençoado…

Então, faço deste lugar um canto de minh´alma para que eu possa encontrar conforto, segurança, amor e carinho.

É uma Paixão que vem do coração, uma realidade mas irreal, surreal eu diria, é um amor inexplicável e, ao mesmo tempo, uma vontade de transpassar esta energia maravilhosa para todos, para o próximo, para um amado…

Ah! Saudades… saudades a mil!

Saudades.

Acayrã

Anúncios

Um comentário em “Desabafo 13

  1. coloca a imagem né!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s